Enfim, 40!

Sempre achei quarenta uma idade legal. É como se fosse o início de novos tempos. Afinal, depois disso, a pessoa é ‘enta para sempre: quarenta, cinquenta, sessenta, setenta, oitenta, noventa, chega! E os meus ‘enta chegaram agora. Dia 27 de dezembro de 2012.
Na verdade, acho idade algo muito subjetivo. Se você é do tipo sedentário, fuma ou bebe com alguma frequência e não tem uma alimentação bem balanceada, é grande a chance de fazer uma avaliação por bioimpedância e descobrir que seu corpo tem uns 20 anos a mais que sua carteira de identidade. Por outro lado, se você tem praticado algum exercício físico, controlado a alimentação, comida, bebida e fumo (de todos os tipos) e está se sentindo de bem com a vida, a chance de ter a percepção de uma idade menor do que a dos seus documentos de identificação também é grande. Ou seja, o tempo não passa da mesma forma para todos.
Outro dia ouvi a seguinte frase: “a gente nunca se sente com a idade que tem”. O fato é que a idade que a gente tem é somente uma formalidade, um meio de nos enquadrarmos na sociedade. É mais uma das caixinhas nas quais nos enfiamos todos os dias e que servem apenas para estatísticas.
Tem gente que foge dos 40 e já está há dez anos fugindo dos 30. Respeito. Mas eu não, estou adorando, porque sinto que atingi o melhor ponto de meu bem estar, minha maturidade intelectual e minha serenidade comportamental (ainda que possa trabalhar um pouco mais esse aspecto).
Claro que tudo isso tem muito mais a ver com a história de vida que eu construí do que com os anos de vida que tenho. Seria possível viver 80 anos e não ter a bagagem que eu tive o privilégio de construir. Graças a essa história, hoje tenho amigos com 20 anos e outros na casa dos 70 e são todos amigos de verdade, de sentar, conversar, tomar uma cerveja, aconselhar e pedir conselhos. Isso é lindo.
O único senão dessa experiência de vida é que, com o tempo, minha tolerância com as pessoas que acham que suas vidas, seus valores, suas crenças, seus desejos são espelhos dos de outros 7 bilhões de pessoas, diminuiu muito. Hoje sei que tudo que é o “normal” para mim, só é para mim. Em algum lugar do mundo isso que “é tão normal” sequer existe e em algum outro lugar, provavelmente, alguém vai achar bem estranho.
Eu, definitivamente, não aguento quem não percebe a dimensão e a beleza da diversidade do mundo. E sobre aspectos como esse, que eu não aguento, vou falar ao longo dos dias nos posts que virão. Afinal, é justamente por compreender e admirar a diversidade, que eu estou abrindo esse novo blog (meu primeiro foi o Mosanblog), na tentativa de contribuir para que as pessoas percebam que o mundo é muito, mas muito maior do que elas imaginam. Sempre é.

Anúncios

17 Responses to “Enfim, 40!”


  1. 1 Flávia 1 de janeiro de 2013 às 12:10

    Não aguento essa saudade das nossas conversas…. E por falar em 40, daqui a 03 anos entro “nos enta”… que coisa boa!!!! bjos!

  2. 3 letradeletra 29 de dezembro de 2012 às 19:55

    parabéns pelos “enta” e pela noçãomde diversidade por esse mundo…. também penso assim….!

  3. 5 Nancy 29 de dezembro de 2012 às 1:00

    Parabéns, nem todas as pessoas conseguem entrar nos “enta” com essa tranquilidade e sabedoria.
    E quem diz isso é uma pessoa que já está nos “enta” há muitos “entas”.

    Beijão. A Mãe

  4. 7 Gabi Arbex 28 de dezembro de 2012 às 15:00

    Adorei o texto e me senti um pouquinho contemplada também, já que os meus “enta” foram há apenas alguns dias. “Tamos” juntas nessa. O post reflete seu bom humor e tenho certeza de que o blog será divertidíssimo. Sua cara, amiga. Parabéns pela iniciativa. Estarei a postos, acompanhando tudo. Beijos!

  5. 9 Lucia Agapito 28 de dezembro de 2012 às 12:57

    Que delícia de noite que compartilhamos e que maravilha de texto! Nessa história de idade também combinamos. Costumo dizer que nunca me preocupei com “mais um ano no calendário da vida! Cada ano que se soma faz parte de uma nova conta que nada mais é que novas experiências com as quais crescemos e aprendemos a viver melhor.” Então, 20, 30, 40, 50, não fazem diferença se estamos vivendo a vida em sua plenitude e buscando fazer a diferença na vida do maior número possível de pessoas. Estarei, como sempre, na boca do forno aguardando pra saber o que você aguenta ou não aguenta….

    • 10 sanflosi 28 de dezembro de 2012 às 13:11

      Nada como estar com amigos! Foi ótimo mesmo.
      Obrigada pela visita e por deixar a certeza de que será a primeira de muitas. E já serviu para descobrirmos mais uma coisa em comum, né, mana? rsrsrs

      • 11 Lucia Agapito 2 de janeiro de 2013 às 16:44

        Como foi ótimo! São não está bom porque não recebi aviso de comentário e nem do post novo 😦
        Como vim bisbilhotar, descobri que você respondeu em 28/12 e eu não tinha visto. Ah nemmmm. Comofaz??? rsrsrs Bjs

      • 12 sanflosi 3 de janeiro de 2013 às 7:50

        Então, para receber os posts novos, tem que se cadastrar no espaço que está na coluna da esquerda, em “Receba por e-mail”. Parece que você já encontrou…
        Para receber os comentários novos, após fazer um comentário, tem que se assinalar a opção “Avise-me sobre comentários seguintes por e-mail”, logo abaixo da caixa de comentário.
        Por enquanto, só descobri essa forma. Como o blog é novo, posso encontrar outras ferramentas com o tempo.
        Beijos.

  6. 13 Patricia 28 de dezembro de 2012 às 2:25

    Parabéns. Hoje foi especial e tive o privilégio de comemorar com você esse dia duplamente especial. Aniversário e começo desse blog. Beijos


  1. 1 Os números de 2014 | Quem aguenta? Trackback em 1 de janeiro de 2015 às 19:47

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




placa Cabo da Boa Esperança

Digite seu endereço de e-mail para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Junte-se a 175 outros seguidores

dezembro 2012
S T Q Q S S D
    jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Tudo que já aguentamos por aqui

Sobre o que aguentamos

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: