Posts Tagged 'campanha aeroporto'

Campanha pelo frango com farofa no avião

Já faz algum tempo que as companhias aéreas aboliram a oferta até mesmo do amendoinzinho com refrigerante nos voos nacionais. Pelo menos nos de curta duração. Sem problemas, se isso as vai fazer mais ricas e mais felizes. Ocorre que nem sempre a gente consegue se alimentar antes de ir para o aeroporto. Outro dia eu peguei um voo de Brasília para São Paulo e cheguei no aeroporto Juscelino Kubitscheck sem ter almoçado, já próximo da hora do embarque e com a certeza de que não aguentaria ficar sem comer até o desembarque em São Paulo, ainda que fosse voo de uma hora e meia. Talvez aguentasse, claro, mas meu humor ficaria tão estragado que não valeria a pena.

Assim, fui até a única opção que oferece algo salgado para comer na área superior de embarque do aeroporto de Brasília: Viena Café. Para comer um lanche sem vergonha, gastei mais do que gasto no meu dia a dia para almoçar. Um misto frio light saiu por R$ 12,75, uma salada de frutas, com 100 g de poucas frutas e muito suco de laranja, custou R$ 7,00 e ainda teve um chocolate Suflair para comer durante o voo, que foi um exagero gastronômico e financeiro: R$ 6,90! Total da conta: R$ 26,65.

No voo, o misto frio tão safado quanto o que eu comi custava a mesma coisa. E convenhamos que o lanche de avião é carésimo, porque não dá para você resolver ir no avião ao lado ver quanto está e comprar por lá mesmo. Na verdade, no aeroporto Juscelino Kubitscheck, administrado pelo Consórcio Inframérica, praticamente se dá o mesmo. Dentro da área de embarque temos apenas o estabelecimento onde eu consumi e um outro no andar inferior onde as filas costumam ser tão grandes que você tem que chegar com duas horas de antecedência do voo se quiser comprar algo por lá. Talvez a fila fique assim porque seja mais barato que o Viena, talvez seja só resultado do ritmo e método de atendimento brasiliense. De toda forma, nunca consegui ser atendida em tempo para saber.

Depois de praticamente ter sido obrigada a comprar algo para comer ali, eu pensei: podia ter me organizado e saído de casa com mais antecedência, para poder comer na área externa à zona de embarque. Nem sempre dá… Outra alternativa teria sido eu me preparar no dia anterior, fazendo uma bela marmita de frango com farofa e levado para comer no avião.

Afinal, se as companhias aéreas e os aeroportos não nos dão alternativa para comer a preços minimamente razoáveis, que aguentem o cheiro do nosso frango tomando seus ambientes.

Imagem retirada do site São Joaquim online

Imagem retirada do site São Joaquim online


placa Cabo da Boa Esperança

Digite seu endereço de e-mail para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

Junte-se a 716 outros seguidores

setembro 2021
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Tudo que já aguentamos por aqui

Sobre o que aguentamos